Nutrir é Viver

Você é o que Você Come?

em 27/03/2014

Você é o que come... Mesmo?

Essa semana uma amiga mandou no grupo do whatsapp o vídeo de uma mulher gorda dançando. O vídeo gerou “reações” diversas: uma amiga ficou passada ao ver que a mulher que dança e rebola (muito bem, diga-se de passagem) ainda assim tem sobrepeso/ obesidade, outra amiga respondeu no grupo que amou a atitude dela, mas que pouco tempo atrás teria nojo da mulher. Confesso que fiquei bastante satisfeita com o comentário, acho que já demos um passo adiante no quesito “preconceito”. Porque sentir nojo? Qual a diferença entre uma magra requebrando e uma gorda requebrando (considerando que ambas dançam muito bem)? O ponto comum entre os comentários sobre o vídeo foi a forma da mulher, o que ainda mostra uma preocupação muito grande com o corpo e com a estética.

Uma pessoa obesa pode ser mais saudável que uma magra. Quando muito magra, a pessoa pode correr mais riscos de vida quando comparado à obesa.

Afinal, o que é peso? Peso é a soma da massa magra com a massa gorda, isso inclui todos os órgãos do corpo humano (intestino, pulmão, pele, ossos…). Peso nada mais é do que um número, então pergunto: qual a importância do peso para você? Não se limite a um peso, a um número. Você com toda certeza é bem mais do que isso!

Sabem aquela frase “você é o que você come”? Eu acho tão limitada. Acredito que as pessoas são também o que elas não comem, elas são o que ensinaram para elas, o que elas aprenderam, são também o que não aprenderam e são muito mais que isso. Cada pessoa tem papel diferente em diferentes grupos. Eu, por exemplo, sou nutricionista para os meus pacientes; para meu irmão sou a “plateia”, dou risada de tudo que ele fala (ele é bem engraçado) e sou meio filha dele, quer sempre mandar em mim; para meu namorado sou a maior torcedora nos jogos dele e sou companheira, para meu cachorro eu sou quem passeia e quem cuida. Enfim, o que quero dizer é que são tantos e tão diversos os significados de uma mesma pessoa, que ela não pode se resumir basicamente a ser o que come. Eu como a mesma coisa e represento tantos significados para as pessoas, que nada tem a ver com a comida. Não nos enganemos, uma boa alimentação é sim importante, mas o mais importante é encontrar o meio do caminho. Comer salada, arroz, feijão, carne, ok, sabemos que é “saudável”, mas o bolo, o pastel, a cerveja, também nos trazem sensações benéficas, nutrindo nosso corpo, alma e vida.

Se nutra com o que realmente alimenta seu corpo e alma e não acredite em tudo que falam.

Beijos Gabi

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: